sexta-feira, 11 de junho de 2010

Nematoda. Familias Ancylostomidae e Strongiloididae.

1) A Família Ancylostomidae é dividida em várias subfamílias, das quais apenas 2 estudamos em nosso curso: Ancylostominae, que apresentam dentes (Acylostoma braziliense com 1 par, A. duodenale com 2 pares e A. caninum com 3 pares) e Bunostominae, que apresentam lâminas (placas) cortantes (Necator americanus com 1 par).





a) Adultos: Tanto machos quanto fêmeas apresentam cor róseo-avermelhada a fresco e esbranquiçada, após mortos por soluções fixadoras. Os machos são menores que as fêmeas e apresentam extremidade posterior com bolsa copuladora bem desenvolvida (gubernáculo presente em A. duodenale, mas ausente em N. americanus). As fêmeas apresentem abertura genital (vulva) no terço posterior do corpo e extremidade posterior afilada.


Fêmea (extremidade retilínea)_____Macho (extremidade apresenta bolsa copuladora)

b) Ovo: é incolor, apresenta forma elíptica (~50x20 micrômetros); tem casca fina formada por uma única membrana e apresenta um espaço largo entre a membrana e o conteúdo,o qual depende do tempo de maturação do ovo, podendo ser vistos 4 ou 8 blastômeros (fezes recentes) ou uma massa de células e até mesmo um embrião formado (fezes com mais de 24h). Os ovos de ancilostomídeos são indistinguíveis, sendo denominados de ovo de Ancylostoma sp.


c) Larva: as larvas rabditóides de A. duodenale e de N. americanus são indistinguíveis, por isso as designamos como larvas de Ancilostomídeos. Estas se diferenciam das larvas de Strongyloides por apresentarem vestíbulo bucal longo e primórdio genital pouco nítido. A larva filarióide de Ancilostomídeo possui cauda pontiaguda, com bainha e esôfago ocupando 1/3 do seu corpo.





2) A Família Strongiloididae possui uma espécie de grande importância médica e social. Strongyloides stercoralis apresenta elevada prevalência em regiões tropicais e grande facilidade de transmissão e auto-infecção, podendo originar formas graves de hiperinfecção e disseminação em indivíduos imunocomprometidos.
Apresenta 6 formas evolutivas em seu ciclo biológico (fêmea partenogenética parasita, fêmea de vida livre ou estercoral, macho de vida livre, ovo, larva rabditóide e larva filarióide), entretanto, em nosso curso, estudaremos a morfologia apenas da larva rabditóide, diferenciando-a da larva de Ancilostomídeo pelo seu vestíbulo bucal curto e primórdio genital bastante nítido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário